Crédito no banco: quando devo solicitar?

5 perguntas que você deve responder antes de solicitar um crédito no banco

Para ter uma vida financeira saudável existe uma regra que todo mundo sabe, mas que dificilmente consegue cumprir. Planejamento. Fazer planos, colocar no papel (ou na planilha do computador) e descrever todos os gastos é a melhor forma de saber o que se tem e o que fazer com o dinheiro, dentro da sua possibilidade.

Investir em uma casa, trocar de carro, aprimorar os estudos, aumentar a família, começar um negócio. Por onde começar? O que se deve pagar à vista – e garantir alguns benefícios – e o que é melhor parcelar para não pesar no orçamento mensal. 

São tantas as opções que não é fácil escolher sem pensar (e pesquisar) muito. Ter bom relacionamento com o gerente do seu banco é bom, mas pode não ser suficiente na hora de pedir mais crédito. Então por onde começar? Vamos listar algumas boas práticas e indicar um caminho seguro para você realizar seus planos com segurança usando as famosas perguntas o quê, quem, quando, onde, como e por quê! Porque sim (calma que vamos dar a resposta).

1. O que eu quero?

“Eu quero”. Uma frase fácil de falar, mas difícil de se realizar. Independente do momento econômico em que vivemos, querer – na maioria das vezes – não é poder, ainda mais quando se trata de dinheiro, seja para comprar uma casa ou fazer uma faculdade, até mesmo para comprar aquela bolsa maravilhosa que você viu no perfil da influencer digital que você segue. 

Sim… é difícil, mas não é impossível! Para conquistar tudo isso é preciso primeiro ter certeza do que se quer. Você sabe? É por isso que planejar, e anotar, é fundamental. Se você quer um carro novo, por exemplo, mas não sabe dirigir, vai precisar começar “pelo começo”. Tirar a habilitação, fazer as aulas e, claro, arcar com todos os custos que envolvem esse desejo: documentação, seguro, abastecimento são alguns deles.

2. Quando vai acontecer?

Agora que você sabe o que quer, já parou pra pensar quando isso deve acontecer? Lembre-se: o que não é planejado, provavelmente será mais caro. Dá pra esperar? Melhor. Se não for possível, procure as opções que estão ao seu alcance.

Como vimos, uma compra envolve muitos fatores. Se você faz um consórcio ou uma previdência, provavelmente está pensando no seu futuro. Já um financiamento ou até mesmo um empréstimo são mais indicados para o momento presente.

Todas essas opções têm suas vantagens e desvantagens. Por isso, conhecer cada uma é essencial. Não precisa ter medo de empréstimo, sabia? Com o valor correto, no prazo certo, você pode contar com boas taxas. Saiba mais aqui.

3. Como vou pagar?

Definido o que se quer e quando deverá acontecer, falta saber como faremos isso acontecer, como vamos pagar. Aliás, você sabe como está a sua conta bancária? Se tem alguma dúvida, a primeira dica é: procure saber. 

Quanto você ganha por mês, se pode contar com a renda de outras pessoas da família, quais são seus gastos fixos, o que pode ficar para depois. Não esconda nada, você precisa saber como está a sua vida financeira para dar qualquer novo passo.

Com esse levantamento feito você saberá mais claramente se vai precisar ou não de ajuda para realizar o que quer. E se precisar, busque as opções que são mais adequadas ao seu perfil. 

4. Onde procurar?

Muita gente pensa em pedir ajuda para familiares e amigos, porém há riscos e inseguranças. Quando queremos prosperar, a primeira lição é fazer por conta própria, com toda a segurança e planejamento. Então buscar por instituições sérias, que são reconhecidas pelo Banco Central, será sempre a melhor opção. 

Bancos e correspondentes bancários oferecem produtos e serviços que condizem com diferentes perfis. Faça uma pesquisa e compare as opções:

  • Empréstimo pessoal – neste caso, você pede um crédito sem oferecer uma garantia ou alienar um bem que está comprando. 
  • Empréstimo com garantia (imóvel ou veículo) – aqui você oferece um bem à instituição e consegue juros mais baixos, além de prazos maiores para pagar.
  • Crédito Consignado – é aquele tipo de empréstimo que você solicita e passa a ter o valor das parcelas cobrado direto na folha de pagamento, indicado para aposentados, pensionistas do INSS e servidores públicos. Funcionários de empresas privadas também podem ter acesso de acordo com regras próprias.

5. Quem pode me ajudar?

Inicie já o seu planejamento, siga as nossas dicas e conte com a Ramos e Silva, correspondente bancário que está a sua disposição e

m todo o país. São linhas de crédito especiais para aposentados, pensionistas e funcionários públicos, além de crédito pessoal, imobiliário e outros serviços para empresas e universitários. 

Com certeza uma de nossas soluções financeiras vai te ajudar a realizar sua próxima conquista, com as melhores respostas para todas as suas dúvidas. Clique aqui, cadastre-se e saiba mais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: